Joan Walsh Anglund

ESTA É OUTRA ILUSTRAÇÃO QUE  NÃO QUERO ESQUECER!

Nem poderia, se quisesse. A autora exprime grande sensibilidade com poucos traços, e comunica de forma que até quem não costuma interpretar imagens, consegue entender os entre-gestos de suas cândidas figuras.

http://www.pinterest.com/patchsamkim/joan-walsh-anglund/

Joan Walsh Anglund nasceu em Hinsdale, Illinois, um subúrbio de Chicago. Atualmente mora em uma pequena cidade de Connecticut.

Tem viajado extensivamente – México, Jamaica, Inglaterra, Escócia, Irlanda, País de Gales, Espanha, França, Itália, Mónaco, Suíça, Suécia, Grécia, Rússia, Japão, Hong Kong – e tem uma certa predileção por montanhas-russas!

 Formada em artes, tornou-se ilustradora e escritora, marco da cultura americana. Fez sucesso com seu primeiro livro, Um amigo é alguém que gosta de você, em 1958. Ela criou personagens sem boca e sem nariz, mas com extraordinária expressividade, e sua popularidade continua a crescer. Há algo inefável , doce em  suas criações, que se baseiam em grande parte, em  pessoas e lugares em sua própria vida – em especial seus filhos Alegria e Todd.

Foram 75 livros que venderam mais de 40.000.000 de cópias pelo mundo. Saiba mais sobre como e por que ela escreve aqui: 

Site Oficial de Anglund

http://www.joanwalshanglund.com/Village.htm

Sarah Kay

Quem não lembra – nos anos 80 – do sucesso de Sarah Kay com seus românticos desenhos em cartões e álbuns de figurinhas? Difícil! A Ilustradora australiana (ainda vive em Sidney) ficou conhecida mundialmente com suas representações infantis, meigas e ingênuas.

Com o nascimento de seus filhos, Sarah passou a vivenciar um mundo de doces momentos repletos de ternura, a partir dos gestos e atitudes de suas crianças, surgindo dessa convivência, a produção de vários desenhos, onde expressou o que viu de mais cândido e ofereceu a uma agência de cartões.

O sucesso foi imediato. E a prova desse sucesso está aí, nestas imagens que postei. Imagens que representam tranquilidade e segurança: tudo que qualquer mãe sonha para seus filhos.

https://www.pinterest.com/elenicesilveira/sarah-kay/

http://luzsar.wordpress.com/2011/01/19/las-tiernas-imagenes-de-sarah-kay/

http://apbrauvers.blogspot.com.br/2010/04/sarah-kay-lembranca-de-momentos-colecao.html

http://humordemulher.wordpress.com/sarah-kay-sucesso-nos-anos-80-2/

MAIS IMAGENS SARAH KAY:

http://elenice.tumblr.com/

Miniaturas de obras de arte

Miniaturas de obras de arte em máquinas automáticas

CONFIRA: http://www.dw-world.de/dw/article/0,,14766972,00.html

Lembrancinhas no lugar de cigarros
Em toda a Alemanha, máquinas semelhantes àquelas onde no país normalmente é possível comprar cigarros em troca de moedas devolvem ao consumidor miniaturas de obras de arte.
 Em Bad Münstereifel, no oeste alemão, uma das máquinas automáticas, onde usualmente os fumantes adquirem cigarros, datada dos anos 1960, ganhou uma nova inscrição em vermelho: “arte da caixa”. Quem jogar ali dentro seis moedas, pode abrir uma gaveta, de onde sairá um pequeno pacotinho branco.

Ao abrir cuidadosamente a caixinha de papelão, surge uma escultura em miniatura da casa em estilo enxaimel, onde a máquina automática encontra-se instalada. A responsável pelo projeto de criar obras de arte em miniatura, a serem “cuspidas” por máquinas automáticas, é Julia Brück.